Tipos de Shampoo

Oi gente!
Trago um post bem curioso e interessante... Sei que muitas de vocês não sabem quais tipos de shampoo que existem e qual a finalidade de cada um. Eu também não sabia e foi por isso que resolvi pesquisar quais são os tipos que existem e quais são os mais adequados para meus cabelos.
Vamos conferir?


A principal função do Shampoo: É promover a limpeza dos fios, e essa limpeza é de extrema importância a saúde do couro cabeludo. O shampoo também tem a função de preparar o cabelo para receber tratamento, afinal nenhum cabelo recebe tratamento se estiver sujo, por isso é importante lavar os cabelos duas vezes, pois a primeira você retira a sujeira e a segunda você “prepara” o cabelo para receber tratamento.

Os tipos de shampoos: 
Shampoo anti resíduos: Sua função é limpar profundamente a fibra capilar e retira restos de outros produtos aplicados anteriormente nos cabelos. Ele possui um pH alcalino, que abre as cutículas dos cabelos e por isso deve ser usado a cada 15 dias, 1 vez por mês, ou antes de algum tratamento ou química. Por isso deve ter moderação de uso, pois se usado muitas vezes pode ressecar os fios .Quem tem cabelos secos deve usar preferencialmente antes de algum tratamento (como uma reconstrução, ou hidratação). Cabelos com progressiva deve-se evitar o uso desse tipo de shampoo, pois ele retira a progressiva mais rápido, uma vez que promove uma maior abertura das cutículas. Esse tipo de shampoo geralmente é transparente, mas existem alguns perolados também.

Shampoo transparente: Ele é transparente, porém alguns possuem cor (shampoos de bebê). Geralmente esse tipo de shampoo limpa mais que os perolados, pois sua fórmula não possui tantos agentes condicionantes como os perolados /leitosos. São mais neutros e podem ser usados em todos os tipos de cabelo, principalmente os oleosos, que exigem lavagens mais frequentes.

Shampoo perolado ou translúcido: Esse shampoo é intermediário entre o transparente e o leitoso, ele é shampoo de tratamento, de uma maneira geral promove uma limpeza mais suave, possuem agentes condicionantes da fórmula, silicones, etc. Não promove uma limpeza muito boa e é perfeito para o uso diário e não estraga os fios.

Shampoo leitoso: Possui um baixo poder de limpeza e geralmente são shampoos com funções específicas. Shampoo anti caspa, de tratamento para o couro cabeludo, para cabelos tingidos e para cabelos extra-secos possuem essa textura. O shampoo leitoso têm capacidade hidratante, consistência mais densa e são indicadas para quem tem cabelos ressecados ou com química agressiva pela potência de nutrição. Por isso, devem ser evitadas por quem tem fios oleosos ou muito finos.



Shampoo sem sal: O sal da qual os fabricantes se referem, é o cloreto de sódio (o nosso sal de cozinha), ele é usado na indústria como espessante, ou seja, para engrossar a mistura. A quantidade utilizada é mínima e não é o suficiente para fazer mal aos cabelos. 
Esses shampoos sem sal, rotulam-se de serem menos agressivos aos cabelos, principalmente para aqueles fios que estão debilitados por danosos processos químicos ou colorações, não esquecendo das agressões do dia a dia, como o sol, a poluição, poeira, umidade, entre outros. Fazem menos espuma e, diferente dos shampoos comuns, ajudam na durabilidade da coloração nos fios. É indicado para mulheres que tem costume de lavar as madeixas todos os dias, já que não ressecam os fios. Também não há restrições de uso em relação ao tipo de cabelo, podendo ser usado em todos os tipos, dos secos aos oleosos e principalmente os alisados e pintados.

Shampoo com sal: As versões dos shampoos com adição de sal podem desidratar os fios e deixá-los secos e sem brilho, isto porque esse tipo de shampoo deposita microcristais dos minerais que potencializam os efeitos negativos dos raios ultravioleta, responsáveis pelo ressecamento dos fios.
Um dos principais agentes de limpeza existentes nos shampoos comuns é o lauril sulfato de sódio ou derivados. Este componente faz uma boa limpeza, porém usado sozinho não daria viscosidade suficiente e geraria pouca espuma na hora de lavar. Para garantir uma textura mais encorpada, o cloreto de sódio foi adicionado à composição com lauril.

Nas fórmulas de shampoos atuais, outras substâncias com poder de limpeza são acrescentadas, deixando-os mais suaves, encorpados e, ao mesmo tempo, com a viscosidade necessária e, portanto, com menor adição de cloreto de sódio (Shampoo sem sal).


Fonte de informações: Química dos Cabelos e Beleza Extraordinária.


Espero que gostem do post, até a próxima!
Beijos.

3 comentários:

  1. Se aquelas unhas durassem mais tempo elas seriam perfeitas!

    Eu já sabia sobre cada tipo de shampoo, e sei que o melhor pra minhas madeixas oleosas é o transparente. Se bem que agora estou usando um perolado... Não sinto que ele limpa profundamente, mas até que deixa um resultado bonito!

    Ótimo domingo, Lady!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  2. Super adorei o post, bem explicativo, pois sao tantas opçoes e bom conhecer para buscarmos o ideal para o cabelo né! beijos
    Monikinhaflor.com.br
    Fan Page
    Instagram

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário ou sugestão!
Sigo todos de volta, é só avisar nos comentários e deixar o endereço do seu blog.
Beijos. ♥

Diário da Lady