Intoxicação alimentar de cachorros e gatos - Guia completo!

Oi gente!
Na semana passada, meu cachorro ficou passando mal por algo que meus pais deram para ele comer. E vendo os sintomas dele, logo pensei... Será que os cachorros podem ter intoxicação alimentar igual à gente? E a resposta é sim gente!
Os cachorros podem sofrer desse mal também, só que a diferença é que eles não falam os sintomas, nós é que temos que adivinhar investigar e tratar por eles.
Por isso, resolvi compartilhar no meu blog o guia completo sobre o assunto.
Vamos conferir?


Alimentos que podem causar intoxicação alimentar canina e felina:
Chocolate:
Além de ser rico em gordura (que acarreta problemas pancreáticos), possui duas substâncias tóxicas: a cafeína e a teobromina (encontrada no cacau) que são rapidamente absorvidas após ingestão oral e são estimulantes poderosos do sistema nervoso central e do coração. Como o fígado dos cães não metaboliza essas substâncias com a rapidez do nosso fígado, elas ficam agindo de forma intensa no organismo. A teobromina provoca um intenso aumento no trabalho muscular cardíaco associado a uma grande estimulação do cérebro, ocasionando arritmias cardíacas graves em cães.
Os principais sinais são:

  • Vômito
  • Diarreia
  • Aumento no consumo de água
  • Dilatação abdominal
  • Agitação
  • Tremores
  • Taquicardia
  • Respiração ofegante
  • Cianose
  • Coma
  • Morte


Cafeína:
O café, chá preto e mate são ricos em cafeína, substancia que em certa quantidade pode ser fatal para cães e gatos, pois, não há antídoto.
Os sintomas são:

  • Agitação
  • Respiração acelerada
  • Palpitações
  • Tremores musculares
  • Convulsões 
  • Sangramentos


Cebola e Alho:
A cebola e o alho possuem uma substância que oxida a hemoglobina das hemácias, causando anemia hemolítica. Uma pequena dose não desencadeia crise, mas uma grande quantidade ingerida ou comer pequenas quantidades regularmente, sim.
Os efeitos colaterais são:

  • Diarreia
  • Vômito
  • Fraqueza geral 
  • Taquicardia


Abacate:
Folhas, semente e a fruta do abacate contém uma substância tóxica que pode causar desarranjo gastrointestinal. Para cães e gatos, as partes mais tóxicas são as folhas e o caroço.

Cascas de batatas:
Batatas e tomates contém uma substância que se ingeridos em grande quantidade, podem gerar salivação excessiva, desarranjo do trato gastrointestinal, perda de apetite, depressão do sistema nervoso central e outros sintomas.

Uvas e uvas passas:
Nem todo cão apresenta sintomas com a ingestão destes alimentos, mas alguns cachorros que sempre ingeriram uvas e aparentam estarem bem, já podem passar muito mal.
Se o pet comeu esses alimentos e apresentou vômitos, deve ser levado ao veterinário com urgência.
Entre os sintomas estão:

  • Vômito
  • Inapetência
  • Diarreia
  • Apatia 
  • Dor abdominal
  • Produção de pouca urina ou não produção de urina. 


Álcool:
Nenhuma bebida alcoólica deve ser dada a seu cão ou gato.
Os principais sintomas e efeitos colaterais são:

  • Descoordenação
  • Excitação
  • Depressão
  • Urinar excessivamente
  • Respiração lenta
  • Ataque cardíaco 
  • Morte

Noz Macadâmia:
A ingestão de macadâmia em algumas horas apresenta alguns sintomas que ou são passageiros ou podem levar o animal à morte.
Os sintomas são:

  • Ataxia (andar em círculos, deambulação)
  • Vômitos
  • Tremores musculares 
  • Hipertermia

Ossos:
Não são propriamente tóxicos, mas sua ingestão pode causar danos ao animal, principalmente os de galinha ou peru. Quando mastigados, eles se partem em lascas que podem perfurar o estômago e intestino, causando hemorragia e infecção generalizada. Pedaços maiores de carnes também podem levar a uma obstrução intestinal.


Xilitol presente no Açúcar:
Pode ser encontrado em bolos, doces e balas. Esse adoçante causa intoxicação principalmente em cães.
Os sintomas são:

  • Vômito
  • Falência hepática aguda
  • Hipoglicemia leve
  • Convulsões 

Batata, inhame e cará crus:
Contém uma toxina que pode deprimir o sistema nervoso central e provocar distúrbios gastrointestinais quando ingeridos crus.

Sementes de caquis, pêssegos e ameixas:
O problema são os caroços, não a polpa. As do caqui podem causar inflamação do intestino delgado, assim como obstrução intestinal.


Fermento:
O fermento é encontrado em massas de bolos e pães. Quando ingerido, continua a fermentar, causando inchaço, gases e até a ruptura de intestino e estômago.

As rações também podem ser contaminadas: 
Se o seu pet ingeriu ração contaminada recentemente, poderá exibir um dos seguintes sintomas:

  • Preguiça moderada
  • Vômito
  • Aumento da baba
  • Diminuição do apetite
  • Perda de interesse na ração. 

Após uma ou duas semanas, um tom amarelado poderá ser visto em seus olhos e dentro da boca, e a urina pode ter uma coloração amarelada.
Os cachorros que foram alimentados com ração contaminada há mais de três semanas geralmente apresentam sintomas mais graves como:

  • Vômito com sangue
  • Fezes mais escuras
  • Perda da habilidade motora
  • Convulsões
  • Sensibilidade à luz 
  • Dificuldade de respirar

O que fazer?
Mantenha a calma
Chame o médico veterinário assim que você perceber que seu cão está doente ou passando mal com algum desses sintomas citados acima. Siga estritamente as instruções do veterinário.
Se o seu pet apresentar tremores ou convulsões, mova-o para uma área segura longe de escadas e mobílias que possam cair sobre ele e deixe-o em repouso.
Não tente tratar o seu cão sem antes consultar o veterinário, principalmente se você suspeita de intoxicação. 

Tratamento:
O tratamento para o animal intoxicado normalmente consiste em soroterapia, oxigeno terapia, medicamentos para controlar o coração, os tremores e convulsões.
No caso de vômitos, cólicas e diarreia, alguns animais precisam de soro e muitas vezes de internação para fazerem tratamentos específicos como: lavagem gástrica, medicamentos injetáveis e indução ao vômito.
Depois do procedimento, são medicados e você pode continuar o tratamento do seu pet em casa.

O que fazer para evitar a intoxicação alimentar nos pets?
Deixe longe do alcance do animal qualquer substância perigosa, tóxica como: remédios, produtos de limpeza e produtos químicos.
Deixe sua garagem sempre limpa e sem pingos de óleo de carro, poças de gasolina ou substâncias abrasivas.
Higienize corretamente as vasilhas de comida e água do seu animal de estimação.
Dê somente ração para seu pet. É um alimento balanceado e feito especialmente para ele, com todos os nutrientes necessários. 


Quais são os alimentos permitidos?

  • Biscoitos caninos e felinos
  • Petiscos 
  • Algumas frutas secas, caso eles tenham interesse pela comida.
  • Ração específica para seu pet
  • Ossos feitos de couro (vendidos em lojas de pets) ou os arredondados e duros, como canela ou joelho bovino. Já que o ato de roer traz prazer ao cão. 


Fonte de informações: Ana Quevedo Dicas Vet, eHow e G1



E vocês sabiam que os pets podem per intoxicação alimentar? Comente!


Até a próxima!
Beijos. 

32 comentários:

  1. MUITO MUITO interessante. Eles são uns gulosos e é muito importante que tenhamos especial atenção a estes alimentos. Espero que o seu bebé já esteja melhor :D
    Beijinhos ❤
    MY FASHION ODYSSEY

    ResponderExcluir
  2. aDOREI AS DICAS, EU TENHO UM CACHORRO E SÓ DOU RAÇÃO PARA ELE, MAS ELE É MUITO PIDÃO, SEMPRE QUANDO VE GENTE COMENDO FICA COM UMA CARINHA, DAI AS VEZES EU DOU UM BISCOITO, BEIJOS!
    http://garotadelicada20.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. nossa, tem que se ter mt cuidado pra alimentar os animais mesmo né, nao podemos dar as comidas que a gente come

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. Nossa, tadinho do seu cachorrinho, por isso que é importante só alimentarmos os bichinhos com a ração própria né, pois se ficarmos dando a mesma comida que comemos eles podem passar mal. Adorei o post, é bom pra deixar a gente alerta né.
    pequenatagarela.com.br

    ResponderExcluir
  5. Lady, seu post é ótimo, ainda mais nessa ápoca do ano que recebemos muitas visitas que insistem em dar coisinhas escondidas pros nossos dogs!! Aqui em casa cuidamos muito, mas tem sempre uma visita ou outra que faz escondido! Adorei!

    Beijos, bom restinho de semana

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esse babado amei as dicas
    Meu canal: https://www.youtube.com/watch?v=apP6eHn5PlI
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Não tenho nenhum animal, mas sem dúvida alguma, parto do princípio de que eles têm que comer suas devidas rações... Deus me livre algum bichinho ficar com intoxicação por comida 'humana'. Muito errado isso =( ótimo post Lady!

    Blog Menina, surtei!
    www.meninasurtei.com

    Ganhe dinheiro com o seu blog clicando aqui.

    Te espero no meu cantinho, beijão!

    ResponderExcluir
  8. Oii!
    Bah, não tinha ideia disso!
    Que dó dos bichinhos. Acho que as minhas cadelas nunca tiveram.

    Beijos!
    Blog Bianca Schultz

    ResponderExcluir
  9. Eu morro de medo de dar algo que possa causar mal as minhas filhas, então quando estou na duvida se algo faz mal eu nem dou. Já vi gente dando um ovo de pascoa de gente para cachorro, coca cola, me deu um ódio...
    www.rumorandhorror.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá tudo bem? Sinto muito pelo o seu cachorro, o meu também ficou assim esses dias e a veterinária disse que ele tinha comido algo, logo me preocupei mas ele não tinha comido nada além da razão (que eu sabia até o momento", até que ele vomitou um líquido verde e pastoso e sim: ele comeu folha mas graças a Deus está tudo bem! Ótimas dicas ❤
    whereve-r.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Vou salvar esse seu post pra daqui uns 10 anos eu ler novamente, quando finalmente tiver meu tão sonhado cãozinho <3

    Beijos,
    Natália

    www.doprefacioaoepilogo.blogspot.com

    Participe do sorteio do blog!

    ResponderExcluir
  12. Achei bem esclarecedor seu post, mas infelizmente não tenho pets, mas indicarei pra minha amiga
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
  13. noooooosssa :O
    eu não sabia que esses alimentos faziam tão mal para eles
    ja dei chocolate demais para meu cachorro kk
    bjuuuuus adorei saber

    Sorria Princesinha

    ResponderExcluir
  14. Tenho um medo danado de dar comida aos bichinhos por causa disso, Leidi :/ É bom mesmo pesquisar e perguntar ao veterinário sempre que possível.

    Beijão!
    Heeey, Maria! | Fanpage

    ResponderExcluir
  15. Muito bom o post amore!
    Super interessante, afinal, temos que cuidar dos nossos bichinhos com muito carinho e prestar atenção em todos os sinais que eles nos dão ^^
    Adorei o post, super informativo! Ainda mais que tenho 2 cachorros e 2 gatos, quanto mais informações para melhorar a saúde deles, melhor =D

    Amore, tem post novo lá no blog, te convido a conferir =D

    Beijos
    Amanda Z.
    www.diariodelooks.com

    ResponderExcluir
  16. Ameis as Dicas. Amo animais. Eu tinha um gatinho mais infelizmente ele morreu. :(
    Amo seu blog estava com saudades. Desculpa por não ter aparecido, aqui antes estava mudando o blog.
    Conteiepronto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Eu sabia, mas não sabia quais alimentos causavam! A minha cachorrinha só come ração, mesmo assim fiquei preocupada quando vi que ração também pode ser contaminada, graças a Deus ela não está com nenhum dos sintomas ^^ gostei do post, muito útil!
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
  18. Depois que um gato meu passou um pouco de mal com leite,nunca mais dei leite para gato nenhum! Eu realmente evito..e tento cria-las para comer somente ração,mas até por ela tem como ter uma intoxicação alimentar :c. Eu fico com muita dózinha Mundo perdido da Carol

    ResponderExcluir
  19. é sempre bom ficar a saber...para poder cuidar melhor dos animais.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  20. Ótimas dicas! Meu gatinho só come ração e alguns petisquinhos. Ele não tem nenhum interesse por outros tipos de comida xD

    Beijos, Pri
    vintage.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Um post bastante informativo :)
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. Eu tenho dois cachorrinhos ainda filhotes e foi ótimo ler esse post! É importante saber o que não dar para esses animais.

    Beijos!
    http://virandoamor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. eu sempre fico atenta com meus bichinhos !! *-*

    www.jacifrazzatoblog.com

    ResponderExcluir
  24. Não tenho cachorro atualmente, mas já tive. A gente não dava nenhum tipo de comida com medo dele passar mal, ele só comia ração mesmo, rs.

    http://www.juliechagas.com/

    ResponderExcluir
  25. Muito bom, muito explicado e importante!
    Beijos.
    O Mundo de Marina

    ResponderExcluir
  26. Meu cachorro já se intoxicou com chocolate e ficou muito mal, é algo que não damos, alem de acelerar ele, deixa ele mal depois.
    Amei o post, ajuda demais saber certinho o que faz mal.
    Bjooos.
    http://amordeluaazul.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Oi Lady!
    excelente materia!
    Só fiquei preocupada com a ração contaminada. Como descobrir? Vc sabe me dizer?

    Beijos
    Shis
    www.equilibrandosuavida.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse site aqui explica tuco sobre ração contaminada: http://www.acessa.com/infantil/arquivo/animais/2013/04/27-racao-precisa-ser-armazenadas-de-forma-a-evitar-contaminacao/

      Beijos. ♥

      Excluir
  28. Eu tinha ideia que eles poderiam ter sim, porque são tantos alimentos inapropriados que as pessoas querem dá a esse animais, que com certeza não faria bem. Um xeruh!!!

    www.kleidenaira.com.br

    ResponderExcluir
  29. ótimas dicas, amo animais e tive na infância quero muito uma casa grande para voltar a cuidar deles <3
    http://www.charme-se.com/

    ResponderExcluir
  30. Ótimas dicas diva.
    O lema é só dar a comida feita para eles mesmo.
    Amei o post.

    http://glamourosasderosa.com/

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário ou sugestão!
Sigo todos de volta, é só avisar nos comentários e deixar o endereço do seu blog.
Beijos. ♥

Diário da Lady