Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

19 junho 2018

Quando o choro fazia parte da minha vida...

Oi gente!
Quero fazer uma pergunta para vocês... por um acaso você já se pegou chorando sozinha no quarto relembrando suas fases depressivas? Pois eu já passei por isso e enquanto escrevo essa postagem, me sinto e estou assim; relembrando os vários anos em que o choro fazia parte da minha vida e da minha rotina.


Era raro eu me olhar no espelho e me sentir bonita, era raro eu ser feliz de verdade porque para o público, eu vestia os melhores sorrisos, mas quando eu estava sozinha, as lágrimas eram minha grande companhia. Teve um momento que chorar em público não era motivo para eu me envergonhar porque fazia parte de mim; das 24 horas do meu dia, 18 delas continham lágrimas amargas. Acordar com o rosto inchado e os olhos reduzidos já eram rotina, olhar para o contexto da vida e não enxergar motivos para viver era o que mais tomava conta do meu pensamento, se sentir inferiorizada, infeliz, incapaz e desprovida em todas as coisas faziam parte do meu conceito.

Continuar vivendo era crucial, tirar a própria vida era minha parte mais covarde. Não me pergunte como aguentei calada por tanto tempo, acho que era o medo de ser ridicularizada pelas partes julgadoras da vida alheia... ou pior, ser cruel com a minha família em me ausentar para sempre. No dia em que eu tentaria novamente cometer suicídio, minha mãe descobriu e ficou me vigiando o tempo todo, agoniada e preocupada com meu estado. À noite, resolvi abrir a Bíblia no tablet e saiu essa mensagem para mim;


Num dia incomum, a coragem surgiu no meu coração e junto com ela a recuperação e superação dos horrores do passado e de todo trauma decorridos deste. Demorou anos, mas funcionou, fui guerreira e me salvei, porque a depressão é uma doença que mata aos poucos a nossa autoestima, nosso corpo, nossa razão, nossa família, nossos sentimentos, nossa alma e por último, nossa própria vida.

Com esse pequeno texto, espero ajudar a você que passa por essa doença silenciosa. Não me curei 100% dela, mas em vista de antes, quando a tristeza espontânea fazia parte de mim, estou 89% melhor. Por isso, assumi meu verdadeiro eu, meus cabelos crespos, meus traços físicos e aprendi com muito custo a me amar e enxergar o melhor de mim. Nosso maior inimigo é a parte obscura que tenta tomar conta da nossa vida e nos deixar no pior estado, aprendi que para derrotar esse malfeitor chamado depressão requer muita coragem e determinação, mas o lado feliz é que um dia a gente finalmente vence.

Vamos mudar essa estatística, já! 

Até a próxima!
Beijos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião aqui:
Beijos. ♥