16 setembro 2019

Setembro amarelo - prevenção ao suicídio

Oi gente!
Hoje vou falar de um assunto bem sério, suicídio. Muitos acham que quando uma pessoa está triste, quieta, sem visualizar sentido na vida é mera frescura. Mas aí que entra o engano... eu digo isso porque sou depressiva há muito tempo, vivo de remédios para estar feliz, mas agora estou em mais uma fase difícil da minha vida, lutar sozinha contra esse mal do século. 


Em minha consulta com o psicólogo, ele disse que eu estava migrando para a depressão profunda. Confesso que eu fiquei sem reação, talvez isso explica meus desânimos com faculdade e blog. Deve explicar também minhas crises de depressão e ansiedade. 

Hoje passei tanto mal que vomitei, chorei tanto, mas tanto que enquanto escrevo aqui para vocês, mais lágrimas rolam no rosto. Meu rosto está inchado, minha mãe ficou preocupada com meu desespero ao chegar em casa e desabar, acreditei que minha vida não tinha mais sentido. Parece frescura, mas isso se chama depressão... Tenho tantos motivos para sorrir, mas vivo chorando, faço compras mas não me deixam feliz, gasto dinheiro e não fico feliz, vou a igreja e não me sinto bem, espero ter amigos ao meu lado e não encontro. Tento ocupar minha mente, mas o que eu mais faço é ficar deitada na minha cama, chorando. A triste fase de 2015 voltou com tudo na minha vida (pensem em um ano inteiro depressiva e pensando em suicídio). 


Senti na pele o que é ser mulher nessa sociedade podre: mulher é mero objeto sexual, coisa sem valor. Dói mais ainda perceber que eu apostei tanto em ser feliz no amor e hoje foi tudo destruído, dilacerado. Sabe aquele sonho destruído? É assim que estou sentindo. Duas pessoas hoje conseguiram me destruir. Confesso que estou sem forças, é como se tivessem aberto uma enorme ferida na minha alma, dói, machuca. 


Uma forma que encontro para passar essa dor é procurando ajuda... percebi que meu remédio não estava sendo tão potente assim, amanhã, recomendado pelo meu psicólogo, vou ao psiquiatra e começar a fazer terapias, além de trocar meus medicamentos. Essa música retrata o que é a depressão, uma luta diária que, se não feita, vai se fortalecendo até chegar ao estágio final: suicídio. 


Achei que meus demônios estavam quase derrotados
Mas você ficou do lado deles
E você os puxou para a liberdade
Eu guardei seus segredos e pensei que
Você faria o mesmo
Me deixe em paz


Se vocês conhecem alguma pessoa nesse estágio, ajude-a. Mostre para ela que a vida tem sentido, faça-a buscar ajuda, esteja ao lado dela. 



4 comentários:

  1. Oh mana, eu sei o que é passar por essa merda, estou contigo nessa. Tenho tido depressões horríveis, tô a um pouco mais de um ano assim e confesso que muito do que me machucou foi o amor, um relacionamento abusivo me dilacerou muito também, pois tirou o meu amor próprio. Hoje ainda luto demais pra ter uma boa auto estima, pra ter o meu amor próprio de volta, é um exercício diário. Eu melhorei durante uns dois anos, mas acabou voltando com tudo o ano passado e esse ano, embora eu já tenha uma pessoa muito boa na minha vida.
    Continua sim no psicólogo e psiquiatra, é o melhor caminho. Ele vai saber te orientar e te ajudar a sair dessa tortura. Saiba que teremos dia péssimos, que vamos querer nos matar sim (infelizmente) mas que precisamos sobreviver a esses dias com todas as forças, para que dias mais tranquilos venham. Estou contigo, tu tem meu insta, em qualquer aperto pode me mandar mensagem ♥.
    Beijos,
    Mundo Perdido da Carol
    Instagram: @carolinsweet
    Fan Page

    ResponderExcluir
  2. Oie,
    Entendo completamente sua dor sobre o que é ser mulher nessa social machista e feia que vivemos.
    Não sei bem o que te dizer sobre sua depressão, só que torço muito para que você fique bem. Sei que não é uma coisa fácil, a maioria dos dias são tristes e desesperadores. Mas confie em Deus, se apoie em sua família, se você tiver algum amigo que possa conversar, converse. Se não, conversa com a gente aqui, tem muita gente pra te ouvir e que torce pelo seu bem.
    Quero que as pessoas lembrem que depressão não é frescura e que suicídio não é para chamar atenção não só em setembro, mas todos os meses e dias do ano.
    Fique bem.
    Um beijo!

    Grazy Carneiro
    Meus Antídotos

    ResponderExcluir
  3. Obrigada amigas pelo carinho e apoio, a mensagem de vocês me confortaram de uma maneira tão incrível que fiquei bem mais feliz e esperançosa.
    Beijos. 
    Diário da Lady

    ResponderExcluir
  4. Olá Leidi!
    Entendo bem esse sentimento, já passei anos lidando com a depressão e, ao longo do tempo, fui mudando e aprendendo muito. Quando estamos no meio da tempestade é difícil perceber que mesmo em meio a tanto sofrimento existe coisas boas a se tirar de tudo isso. Hoje sei que tudo que passei me tornou mais forte e me ensinou muito, a vida se tornou mais bela do que nunca. Pode parecer estranho, mas a depressão não é só um mal, um sofrimento, ela também é um despertar.
    Saiba que embora às vezes pareça que estás sozinha ou ninguém te entende, você não está sozinha e irá passar por isso a seu tempo. Aproveite as pequenas coisas, os pequenos momentos, neles você irá descobrir novas belezas.
    Belos dias pela frente!
    Bjos

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião acima:
Beijos. ♥