23 abril 2019

Relação à distância

Oi gente!
Quanto tempo! Ontem nem deu para atualizar o blog, mas hoje estou aqui firme e forte para vocês. Antes de tudo, gostaram do layout novo? Eu (particularmente) adorei e ficou do jeitinho que eu queria; unissex, clean, básico e bem responsivo. Espero de coração que vocês tenham gostado e para iniciarmos essa nova fase do blog, compartilho a postagem feita com muito carinho pelo meu amigo Lincoln Costa. Confiram:


Solidão, confiança, expectativas: como você lida com isso? 
Agora, como seu parceiro lida com isso?! 


Bem, não posso adivinhar mas tenho um palpite que é praticamente certeiro: você lida de um jeito e seu parceiro lida de outro. E num namoro/relacionamento à distância, ter o controle sobre sua reação diante da ausência do outro é fundamental para o sucesso ou término desse relacionamento. Ah... Mas gente, quem nunca sofreu por ou desejou alguém lá de longe? ♥

Se você também é um ser humano normal que tem/já teve um crush pelo ator/atriz X ou Y, vem comigo! Mas se você já sofreu de verdade por alguém que você queria tipo MUIITOO que estivesse por perto, aí minha amiga(o)... Vem chorar com nós. Vamos conversar sobre o que você deve ter em mente quando esse tipo de situação acontecer; mas não apenas quando a distância é, tipo... centenas de quilômetros. Às vezes, quem você gosta pode estar a 30 km de distância de sua casa e isso já trazer algumas complicações para vocês. Vamos por partes.



# 1 tenha autoconfiança

Em terra de gente mimizenta e infantil, autoconfiança é fundamental: quem tem, é rei (ou rainha)! Gostar muito de uma pessoa ou mesmo sentir muita atração física não é o suficiente para uma relação acontecer e durar um bom tempo: é necessário que ambos se conheçam bastante; conversem, conversem e se conheçam mais e mais até que gerem confiança o suficiente para chamar a relação que estão tendo de "relacionamento sério". É necessário conhecimento e autoconhecimento, receber informações do outro e passar informações importantes sobre você mesmo, a fim de que vocês cheguem nessa etapa inicial e BASILAR que é a da autoconfiança.

Pare de achar que só porque seu parceiro está longe ele vai arrumar outra pessoa ou vai te trair só porque não está fisicamente próximo ("Agora fala isso pra minha cabeça paranoica?!" você deve ter respondido). Sabemos que não é fácil, mas um pouquinho de lógica não faz mal a ninguém: as chances de você ser traída com um parceiro morando no bairro ao lado e na cidade ao lado são virtualmente as mesmas! Sim, mesmíssimas. 

Entenda que se um banco, numa praça, estiver vazio, qualquer um pode chegar e sentar. Agora pensa no coração do seu parceiro como esse banco — se você estiver preenchendo a vaga desse banco, minha amiga... O lugar é seu, e ninguém vai ocupá-lo! Se ocupá-lo, isso só mostra que o local não era realmente reservado para você, você não era "digna" desse banco barato e pode conseguir algo melhor. Na verdade, o banco é que não era digno de você, de ter você nele.



# 2 comuniquem-se o máximo possível e tenham projetos em comum

Ninguém merece aquele crush que nos encontros fica olhando o celular direto ou, mesmo, aquele que vive te pentelhando pedindo "foto de agora"; bem, foto de agora pode ser um recurso invasivo necessário para passar segurança, sim, quando seu parceiro é mais melancólico, mas é bom que seja feito espontaneamente; pedir isso é algo um tanto invasivo e pode gerar resultados inesperados, se é que me entendem... Mas as redes sociais podem também, em contrapartida, ser uma ferramente de auxílio contra a solidão e a carência geradas pela distância.

Comunique-se então com seu parceiro sempre, de forma sociável pelo menos e bem humorada; seja romântico, messa bem suas palavras parça e, se tiver num momento ruim, é bom deixar claro e não deixar pro outro adivinhar.

Além disso, tenham projetos em comum. Façam academia juntos, vão a igreja, participem juntos de um projeto social, trampem juntos de alguma forma... Isso vai aumentar ainda mais a parceria e a cumplicidade de vocês.



# 3 Aprenda a lidar com a ausência física

Quando bater a bad de não ter essa pessoa por perto, você precisa estar preparado para não se importar tanto assim. Isso mesmo: dê o devido valor à sua própria vida! Valorize sua agenda!  Entenda que você tem algumas prioridades de trabalho, saúde, educação e lazer, e que portanto sua vida não gira em torno de quem você gosta!

Quando estiver distante, não fique olhando fotos dos momentos juntos o tempo todo, revendo as conversas de WhatsApp e muito menos "investigando" as redes sociais do outro (stalking). Isso só fará mal para si e, mesmo que você tente disfarçar, muito provavelmente você pode acabar tratando o outro mais friamente do que teria feito se não tivesse perdido tempo com lembranças desnecessárias (porque excessivas)... Além do mais, você será livre da tentação de ficar perturbando o outro que também tem sua própria rotina, obrigações particulares e problemas para resolver. Dessa forma, o fulaninho acabará sentindo mais sua falta e a próxima conversa promete!


Esse texto foi feito com a mera intenção de te ajudar; foi inspirado em um vídeo (https://www.youtube.com/watch?v=iwkqc7sG0JY) do canal Nós da questão, que apresenta 5 pontos muito interessantes sobre o assunto e que,com certeza podem te ajudar ainda mais. A gente aproveita então para divulgar esse canal do Marcos Lacerda (psicólogo) que tem vários outros vídeos muito legais para quem quer se autoconhecer um pouco melhor.


Feito por Lincoln Costa do blog www.rapeizedinamica.biz.




Gostaram da postagem? Comente!



Até a próxima!
Beijos.

6 comentários:

  1. Amei esse post, Le. No fim o que importa é o sentimento, e quando esse sentimento é verdadeiro não importa a distância!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  2. Relacionamentos sempre tem seus desafios, sejam eles a distância ou junto! Mas, o primeiro item, é primordial. Se não houver confiança, tanto a em si como no outro, ai não tem nada que dure.
    É um trabalho diário de se conhecer e conhecer o outro..

    Bjukas!
    Unhas&Tudo ♥

    ResponderExcluir
  3. eu ja tive um relacionamento a distancia e realmente nao é facil, mas pode se fazer dar certo sim, tem que querer

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  4. Oi Leide

    anos atrás eu namorava um rapaz de outra cidade, ficava a uns 50 minutos de distância e confesso que não deu mt certo. Apesar de ter durado qse um ano, era bem complicado, éramos jovens, nenhum pouco independentes e não trabalhávamos
    Imagina a confusão que era kkkkkkkkkk mas como ele morava na cidade que meus avós moram, nós íamos todo mês e assim nós nos víamos!

    Depois disso decidi só paquerar 'homi' de perto kkkkkkkkkkkkkk

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Obrigado pelo espaço e pela confiança, amiga! Que bom que a galera se identificou e gostou
    beiiijos!

    https://www.rapeizedinamica.biz

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião acima:
Beijos. ♥