Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

27 julho 2018

Inveja

Oi gente!
Hoje vou falar de um assunto que, ultimamente tem incomodado bastante minha família e eu; a inveja - Um sentimento ruim que possui um poder imenso para o mal.

(...) 

Faz tempo que eu queria abordar esse assunto por aqui, porque é um sentimento que todo o mundo já sentiu ou ainda sente por alguém, seja na vida real ou nas redes sociais.


Eu já tive uma inveja mínima das Digitais Influencers que postam a "vida perfeita" nas redes sociais, das minhas amigas que namoraram e casaram, também daquelas que namoram até hoje e também daquelas meninas que possuem a mesma idade que eu, porém, já tem uma vida resolvida... sendo que eu até hoje estou solteira, morando na casa da minha mãe e dependente dela e do meu irmão financeiramente falando. E esse sentimento vinha junto com o complexo de inferioridade, porque eu me sentia "menor" que todas essas pessoas e infeliz porque elas tinham aquilo que eu sempre quis ter. Com o tempo, aprendi que a vida de ninguém é perfeita, todos têm um problema, uma dificuldade ou um dilema, só que não é compartilhado. E outra coisa, Deus nos fez diferente de qualquer pessoa, para sermos divergentes e únicos. Aprendi a amar meu cabelo cacheado-crespo, meu corpo (mesmo não sendo alta, de bumbum grande e cintura fina), meus traços físicos, meu jeito de falar, meu jeito de pensar e agir. Não consigo imitar outras pessoas, gosto de me inspirar nelas e agir do meu jeito. Gosto de criar meu próprio estilo e meu jeito de agir com todos.

Ultimamente, o que tem me incomodado bastante são os vizinhos invejosos, que sempre imitam tudo aquilo que minha família e eu fazemos. Não sei se acompanham meu blog, provavelmente sim, mas não vou dar "nome aos bois", por razões éticas... porém, isso não me impede de desabafar no meu cantinho. O nível de inveja desse povo vai ao extremo, que chega a ser incômodo e prejudicial. Disso tudo eu posso concluir que a pessoa não acredita em si mesmo, não tem originalidade e nem credibilidade... vamos a algumas observações;


  • Eu nunca vi um vizinho sequer que passeava com seus pets na rua ou fazia caminhada com eles... até que ano passado, eu tive a ideia de passear com meus cachorros (porque sei que eles amam), meus vizinhos começaram a passear com seus pets também. Além disso, começaram também a fazer caminhada também. 
  • Se ouvíamos determinado rádio, eles sintonizavam na mesma rádio. 
  • Se pedimos fast food ou ligamos para a tele pizza, eles faziam o mesmo (sendo que só pedimos pizza porque não temos carro para irmos na pizzaria, ao contrário deles) ... Teve uma vez que, enquanto o motoqueiro estava entregando a pizza na minha casa, um dos vizinhos veio no entregador para perguntar onde ele trabalhava e o número da pizzaria porque ele queria comer a mesma pizza que era entregue na minha casa. 
  • Comecei a namorar, as filhotas começaram também. 
  • Entrei na faculdade, elas entraram também, mesmo a faculdade tendo nome diferente da minha, o dono das instituições é o mesmo. 
  • A forma como minha mãe e eu tratamos e brincamos com nossos cachorros, eles começaram a imitar; eu falo fofo com os pets e eles uivam ou latem - os vizinhos fazem a mesma coisa (fala fofo igual a gente e os cachorros deles uivam e latem também) ... O detalhe é que ninguém fazia isso, só minha mãe e eu. 
  • No meu aniversário de 8 anos, eu recebi do meu padrinho uma mensagem de som ao vivo na rua de casa (ninguém tinha feito e nem pensava na ideia). Passou uns meses, todo aniversário que tinha (Juro por Deus), meus vizinhos chamavam o carro de mensagem ao vivo para o aniversariante. 
  • Todo domingo fazíamos churrasco em casa, os vizinhos faziam também. 
  • Lavamos a roupa toda quinta feira, as vizinhas faziam também. 


Parece que a pessoa vive para copiar e imitar tudo aquilo que você faz... a inveja possui uma carga negativa gigantesca, até mesmo o olhar da pessoa é capaz de fazer o mal. Digo isso porque eu já vi;

  1. Uma vez a unha da minha amiga quebrar no toco porque uma menina fitou nas unhas bem feitas dela no ônibus e assim que ela desceu, a unha quebrou. 
  2. Quando eu ia para a escola de transporte escolar, minha vizinha sempre me observava pela manhã (tipo 06:05 povo!) e ficava de olho no meu cabelo. Na mesma semana, nasceu 3 cabelos encravados grandes e cheios de pus que doíam demais na minha cabeça. Comecei a ungir minha cabeça com óleo consagrado da igreja e passou. No final de semana confirmamos a origem dos cabelos encravados; a vizinha contou para minha mãe que ela sempre me via indo pegar escolar pela manhã, ficava olhando meu cabelo e o quanto ele estava bonito. 
Parece que a pessoa "para" literalmente a vida dela para ficar vigiando e cobiçando a vida ou algo do outro. Eu me incomodo com as atitudes idênticas praticadas, porque passa a impressão de que eles querem fazer igual para nos superar de alguma maneira, se sobressair, ser melhor e sentir prazer por isso. Eu acho ridículo, porque eu acredito que todo o mundo é diferente e deve mostrar sua originalidade e sua verdadeira essência. Você pode até se inspirar em alguém, mas não seja esse alguém... seja sempre você mesmo!


Saindo um pouco nesse foco, eu não poderia deixar de falar da famosa "web inveja", na qual a pessoa do outro lado da telinha possui inveja de uma figura pública, digital influencer, famosos, pessoas bem sucedidas do trabalho ou da faculdade que compartilham a "vida perfeita" nas redes sociais, etc.
Se tem uma coisa que aprendi nessa vida é que a vida de ninguém é perfeita, porque a pessoa por trás do que é mostrado em uma foto da rede social é também um ser humano assim como eu, que possui problemas, chora, passa por momentos difíceis, sente medo, sofre... Só que isso não é compartilhado com ninguém.

O que não pode ir para a frente é o sentimento de inveja por essas pessoas da Internet ou rede social, porque esse sentimento é doentio, ruim e em caso mais graves, chega a ser cruel, porque o invejoso fica na cola da vítima desejando o mal, falando mal, etc. Não seja uma pessoa assim, valorize sua vida e a si mesmo. Comece a gostar e amar suas qualidades e defeitos, sendo única, faça a diferença no mundo. Não se sinta inferior se a pessoa ao lado "tem a grama mais verde que a sua", afinal, só Deus sabe o que essa pessoa passa todo o dia e o seu ponto mais fraco.

Ame seu corpo, ame seu tipo capilar, ame o tom da sua pele, ame suas fotos, ame sua família, ame suas atitudes, ame seu jeitinho de ser, ame seu verdadeiro eu!


Vocês já passaram por isso também? Comente!


Até a próxima!
Beijos. 

13 comentários:

  1. I think that envy is very bad for us. We need to learn to be happy for others. When we can share somebody's happiness that makes us happy too.

    https://modaodaradosti.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Uma desgraça! Porque isso existe, porque algumas pessoas e até mesmo nós em certos momentos, sentimos!

    https://roomofasickboy.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Amei demais o seu post, inveja é o mal do século e o pior, ela vem da onde menos se espera!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. Aquela água é sensacional! Queria comprar de novo, mas tô sem dinheiro. O hidratante também! Queria poder investir em outro, porque foi só ele acabar que minha pele voltou a ficar ruim. Só que realmente não tenho condições financeiras no momento! Também amo os desodorantes da Rexona! ;D

    Uma vez vi o aluno mais sem noção da minha sala na facul conseguindo um trabalho incrível em uma empresa maravilhosa. Aí ficava pensando "Como ele conseguiu?"! hahaha! Mas não sei se isso é bem uma inveja. É mais perplexidade, pois era uma pessoa desleixada com os estudos, sabe?! Tirando isso, acho que nunca fui de sentir inveja, já que minha vida sempre caminhou bem na medida do possível. Porém, já sofri com a inveja das outras pessoas! Hoje em dia ignoro, para não ficar triste e desviar de qualquer tipo de "olho gordo".

    Ótimo sábado!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  5. Inveja realmente é algo da gente, tipo, tem aquela invejinha que faz a gente até crescer como pessoa porque nos ajuda a batalhar pra ter algo legal também, o problema é quando ela se trona algo grande que se transforma em ódio do tipo "se eu não consigo, ninguém pode mais conseguir", além de afetar totalmente na identidade da pessoa. Amei o texto, muito bem escrito!
    Aliás, segui o blog, segue de volta? Beijooo
    http://www.opsquerida.com.br/
    https://www.instagram.com/siteopsquerida/

    ResponderExcluir
  6. é um sentimento ruim demais esse, devemos sempre tentar nos proteger e distanciar das pessoas invejosas

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  7. Oi
    A minha mãe pensa que isso só acontece onde nós vivemos e eu digo para ela isso acontece em todo o lugar. Wuanto à web inveja anda por aí muita gente invejosa e mal formada então a tentarem enganar os outros nos seguidores.... fazem se seguidoras e depois vão por trás e cancelam o follow.
    Xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
  8. Thanks for sharing this post, Leidiana! :)

    Shoot for the stars | ☆ ☆ ☆ | Facebook page | ☆ ☆ ☆ | Instagram

    ResponderExcluir
  9. Quem nunca sofreu ou sentiu inveja alguma vez? Nunca quis copiar ninguém e já fui vítima de inveja quando meu blog apareceu há 10 anos atrás na Toda Teen. Várias blogueiras copiavam meu jeito de falar e fiquei mal com isso.
    big beijos
    www.luluonthesky.com

    ResponderExcluir
  10. Todo mundo já se sentiu com inveja de alguem, por mais que seja um sentimento ruim que não queremos, acabamos sentindo. As vezes da inveja mesmo das Influencers mostrando a vida mil maravilhas como se fosse apenas flores o dia todo, bom, pelo menos o meu não é kkkkkk.
    Beijos boa semana
    http://bellapagina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Muito bom. Gostei bastante:))

    O meu sentimento não morreu.

    Bjos
    Votos de um óptima Segunda- Feira

    ResponderExcluir

Deixe sua opinião acima:
Beijos. ♥